Dicas de como prevenir acidentes domésticos com crianças - Agemed Planos de Saúde Empresarial
Generic filters
Filter by Custom Post Type


Dicas de como prevenir acidentes domésticos com crianças

padrao_blog - acidente domestico

Quem vive em uma casa com crianças precisa estar sempre atento aos riscos em potencial. As noções de perigo ainda estão em construção durante a infância, o que faz as crianças entenderem como brincadeira situações que podem levar a consequências graves. Quedas, cortes, choques, asfixia, queimaduras e intoxicações são os acidentes domésticos envolvendo crianças mais comuns – e é por isso que tomadas, janelas, utensílios de cozinha e produtos de limpeza devem receber atenção especial quando os pequenos estão por perto.

Confira agora algumas dicas práticas para prevenir acidentes domésticos e deixar seu dia-a-dia com as crianças mais seguro e divertido:

PREVENINDO QUEDAS

Quando o assunto são as quedas, a atenção principal se volta para janelas e escadas. Todas as janelas e sacadas devem ser equipadas com telas de proteção, e portas de contenção devem ser instaladas nas escadas para impedir o acesso da criança – o mesmo vale para ambientes externos, especialmente em casas com piscina. É preferível que as escadas possuam corrimão de apoio e que o piso não seja escorregadio.

Evite deixar o bebê sozinho em trocadores, cadeiras de alimentação ou sobre camas altas. A criança pode se movimentar e cair.

PREVENINDO CORTES

Em casas com crianças, todos os objetos cortantes e pontiagudos devem estar guardados com a ponta para baixo, em recipientes estáveis e de difícil alcance (nunca pendurados ou em gavetas acessíveis). Além das facas, tesouras e lâminas da cozinha, outras ferramentas cortantes, como serras, alicates e chaves-de-fenda, devem ser guardadas de maneira adequada.

Itens de vidro, louça ou cerâmica também podem provocar ferimentos se quebrados. Busque mantê-los fora do alcance das crianças e em locais onde não possam puxar ou esbarrar. O uso de toalha de mesa não é recomendado, pois a criança pode puxá-la e derrubar louças e alimentos quentes sobre si mesma.

PREVENINDO CHOQUES

Para fugir de acidentes envolvendo eletricidade, o cuidado com as tomadas é primordial. Crianças que engatinham ou já caminham sozinhas se interessam por colocar os dedos ou outros objetos pequenos dentro das tomadas – por isso, é necessário que todas as tomadas ao alcance das crianças possuam protetores adequados.

Também é importante ficar atento aos fios dos eletrodomésticos. Se uma criança morder um fio, é provável que ela tome um choque grande. O ideal é evitar o manuseio de quaisquer itens elétricos por crianças desacompanhadas.

PREVENINDO ASFIXIA

A curiosidade natural da infância faz com que as crianças levem todo tipo de objeto à boca.
Certifique-se de não deixar pequenas peças ao alcance das crianças – moedas, botões, brincos, parafusos podem ser engolidos e provocar a obstrução da respiração. É importante escolher brinquedos adequados à idade da criança, para evitar contato com peças arriscadas. Recomenda-se também não alimentar a criança enquanto ela corre e brinca, pois as chances de engasgo são grandes.

Na hora de dormir, retire brinquedos ou travesseiros que possam cair sobre o rosto da criança e prejudicar a respiração. O ideal é que o bebê durma de barriga para cima, coberto até a altura do peito e com o lençol preso ao colchão. Em casas com crianças maiores, deve-se evitar cortinas e persianas com cordas pendentes.

PREVENINDO QUEIMADURAS

O cuidado principal está na cozinha. Cozinhe sempre com os cabos das panelas virados para dentro do fogão, e procure deixar as panelas com cabos longos nas bocas posteriores. Desligue o fogo imediatamente após terminar de cozinhar, e certifique-se de que não há vazamento de gás. Evite proximidade das crianças ao fritar ou ao utilizar o forno. Não deixe fósforos, isqueiros ou acendedores automáticos ao alcance das crianças.

O ferro de passar roupas também merece atenção especial. Nunca deixe o ferro ligado ou recém desligado no alcance das crianças, e evite tábuas de passar que possam ser puxadas para baixo.

PREVENINDO INTOXICAÇÕES

Todo tipo de produto tóxico deve ser armazenado em local restrito, de preferência em armários trancados, para evitar acidentes graves. Produtos de limpeza e higiene pessoal, inseticidas e medicamentos não podem, em circunstância alguma, serem ingeridos ou inalados por crianças. Bebidas alcoólicas devem ser guardadas com mesmo nível de preocupação. Evite armazenar produtos (detergentes, por exemplo) em garrafas PET, pois as crianças podem confundir com água.

A Agemed oferece cobertura para atendimentos ambulatorial e hospitalar, procedimentos clínicos, cirúrgicos, obstétricos e os atendimentos de urgência e emergência. Faça uma simulação aqui.

Deixe seu comentário